07/03/2013

Cometa Pan-Starrs pode ser visto nos céus do Brasil


Além do Cometa Pan-Starrs, Lemmon e Ison estarão rodeando nossas cabeças

Para os amantes de astronomia, o ano de 2013 promete um espetáculo à parte: os cometas. No Brasil, já é possível observar o Pan-Starrs. Até o dia 15 de março, o cometa PanStarrs pode ser visto no Brasil a olho nu por volta das 18h, como um ponto brilhante à direita do sol. O corpo celeste foi descoberto em 2011 em Haleakala, no Hawai.
Segundo o Observatório Astronômico da Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS), quem quiser ver a pedra de gelo gigante terá de olhar para oeste durante o por do sol, em especial por volta das 19h30 (de Brasília, com pequena variação dependendo da região). Outro cometa, o Lemmon, também está passando nos céus do País, mas é bem difícil de ser registrado.
O pesquisador do Observatório Nacional Jorge Carvano explica que a visualização do PanStarrs começou há alguns dias no Rio de Janeiro, mas como ele está muito próximo do horizonte, só é possível vê-lo na hora do pôr do sol. Depois do dia 15, o cometa estará mais baixo e indo para o Norte, portanto pode ficar mais visível na Região Nordeste.
De acordo com Carvano, é a única vez que o PanStarrs vai passar perto da Terra, pois a órbita dele não se fecha como uma elipse. “Geralmente os cometas têm órbitas elípticas, isso quer dizer que eles dão voltas em torno do sol, assim como os planetas. A diferença é que os planetas têm órbitas quase circulares e a dos cometas tendem a ser mais achatadas, mais alongadas. No caso do PanStarrs, a órbita é tão alongada que não é mais uma elipse, ela vira uma hipérbole. Isso quer dizer que ele não vai voltar novamente, ele vai embora, a menos que a órbita dele mude depois. Com a interação com outros planetas, isso pode acontecer”.

Veja mais