13/07/2012

OVNI de Roswell é confirmado por Ex-agente da CIA

Chase Brandon afirma que o OVNI de Roswell era realmente equipamento alien

O Incidente em Roswell, 65 anos, cidadãos de Roswell testemunharam um fenômeno misterioso que foi notificado pela imprensa como a queda de um OVNI mas que, posteriormente, a CIA anunciou ter sido um balão meteorológico. Agora, um ex-agente da organização afima que a agência estava mentindo.
Chase Brandon afirma que, definitivamente, era um equipamento extraterrestre e que ele não duvida que cadáveres de aliens foram encontrados na suposta nave.
Chase Brandon entrou em um arquivo da CIA, este ficava em um cofre, lá encontrou uma caixa etiquetada como Roswell. “Não vou contar exatamente o que eu vi na caixa, mas eram fotos e documentos que validaram todas as minhas suspeitas sobre o caso”, afirma Brandon.
A suposta queda de um UFO em Roswell, no Novo México, em 1947, noticiado pela primeira vez poucos dias depois do ocorrido, o Incidente em Roswell, como mais tarde viria a ficar conhecido, foi imediata e oficialmente creditado, pela própria USAF, a Força Aérea dos EUA, a uma visita alienígena. Algumas horas depois, essa versão foi desmentida e transformou-se numa ocorrência das mais comuns, envolvendo um balão meteorológico.
Mais de 30 anos adiante, o caso foi revisado e, pelas mãos dos pesquisadores Stanton Friedman e Willian Moore, ganhou o status pelo qual realmente se tornaria conhecido: uma queda de OVNI legítima em solo americano, com resgate de criaturas extraterrestres, seguido de uma campanha de acobertamento nunca antes vista por parte do Governo.
A partir dessa história se desdobraram inúmeras outras teorias que povoam o ideário conspiracionista: a descoberta de como funcionariam os discos voadores, tecnologia alienígena patenteada, autópsias em entidades biológicas extraterrestres, acordos secretos entre ETs e Governo, governo secreto e muitas outras.
No final dos anos 1980 e início dos anos 1990, o Incidente em Roswell ganharia proporções ainda mais fantásticas, com a alegação de que o UFO resgatado, bem como seus tripulantes, teriam sido levados para uma instalação altamente secreta do governo dos EUA, localizada em Groom Lake, Nevada: a Área 51. A história se notabilizou com o físico Robert Scott Lazar, também conhecido por Bob Lazar. Ele alegou ter trabalhado de 1988 a 1989 em uma área chamada S-4, localizada perto de Groom Lake.

Veja mais